DESTINO FINAL

22 de jan de 2010

LEIA A BÍBLIA - 7 CONSELHOS SIMPLES E ESSENCIAIS AO CRISTAO!

1. LEIA A BÍBLIA COM UM DESEJO SINCERO DE ENTENDÊ-LA. Não se contente apenas com a leitura das palavras das Escrituras. Procure assimilar a mensagem que elas contêm.

2. LEIA AS ESCRITURAS COM HUMILDADE E FÉ SIMPLES, SEMELHANTE A UMA CRIANÇA. Creia naquilo que Deus revela. A razão tem de se prostrar à revelação de Deus.

3. LEIA A PALAVRA DE DEUS COM UM ESPÍRITO DE OBEDIÊNCIA E AUTOAPLICAÇÃO. Aplique a si mesmo aquilo que Deus fala nas Escrituras e obedeça-Lhe em todas as coisas.

4. LEIA AS ESCRITURAS TODOS OS DIAS. Rapidamente perdemos a energia e o fortalecimento que recebemos do pão de cada dia. Temos de alimentar nossa alma diariamente do maná que Deus nos tem dado.

5. LEIA TODA A BÍBLIA DE MANEIRA ORDENADA. “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil.” Não conheço qualquer outra maneira melhor de lermos a Bíblia do que começarmos em Gênesis e lermos até Apocalipse, uma porção a cada dia, comparando Escritura com Escritura.

6. LEIA A PALAVRA DE DEUS COM SINCERIDADE E HONESTIDADE. Como regra geral, qualquer passagem da Escritura significa o que ela parece significar. Interprete cada passagem desta maneira simples, em seu contexto.

7. LEIA A BÍBLIA SEMPRE TENDO EM VISTA A PESSOA DE CRISTO. Toda a Bíblia fala a respeito dEle. Olhe para Cristo em todas as páginas da Bíblia. Ele se encontra ali. Se você deixar de vê-Lo em uma das páginas da Bíblia, precisará ler novamente aquela página.

O Senhor abencoe os irmaos!

12 de jan de 2010

Como ser feliz! Conselhos práticos aos irmaos em Cristo!

Querido cristão, jovem ou velho, conserve um relacionamento íntimo com Deus. Quando você descobrir que falhou e pecou, não faça pouco caso disso. Trata-se de algo sério, pois interrompe a sua comunhão, e nada poderá disfarçar essa perda. Portanto, reconheça LOGO e confesse a seu Pai, e receba o Seu perdão (1 João 1.9).

Se foi um caso de falhar para com outros, então não hesite em confessar isto a eles, não importa quão humilhante possa ser. Isto manterá a sua consciência límpida e exercitada, além de promover a comunhão e aumentar o seu gozo. O que encobre as suas transgressões, nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia." (Provérbios 28.13.)

Leia a Palavra de Deus. Uma grande razão para o fracasso de muitos que pertencem ao povo querido do Senhor está em não lerem suas Bíblias. Eles parecem não ter apetite para isto. Um capítulo, de manhã e à noite, parece ser tudo o que eles acham necessário. Se eles tratassem seus corpos com uma dieta tão limitada, cedo entrariam em colapso. É excelente cultivar um apetite pela Palavra. Leia bastante, e intercale sua leitura com muita oração em busca de esclarecimento e auxílio, e para que a graça a transforme em bem em sua alma. (Salmo 1.2,3.)

Carregue constantemente com você uma edição ou porção de bolso das Escrituras. Não se envergonhe de ser visto lendo-a. Deixe que ela seja o seu conselheiro. Ali está a sabedoria; ali há luz; tudo o que você precisa está ali. É a voz de Deus, a qual o Espírito Santo faz com que seja ouvida no silêncio do mais íntimo de sua alma, para guiá-lo e aconselhá-lo. É também a COMIDA da nova vida, portanto, "Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo" (1 Pedro 2.2); do contrário você acabará se tornando um anão espiritual. (Salmo 119.11.)

Que você possa ler, grifar, assimilar e digerir sua Bíblia, com muito fervor e oração. Não fique desencorajado se não parecer estar aprendendo muito a cada vez. Você adquirirá o suficiente para a SUA NECESSIDADE, e descobrirá sempre que tem o suficiente para dar a outros se tiver um coração pronto a fazê-lo. "A alma generosa engordará, e o que regar também será regado." (Provérbios 11.24.) Portanto, quanto mais você der, mais receberá para dar, e maior será o seu gozo em dar.

Ore muito. Todos os homens de Deus são homens de muita oração. Eles vivem no espírito de oração e, sempre que acham uma oportunidade, têm prazer em se afastar, sem que os outros percebam, para falarem com Deus. A oração é a expressão da dependência do cristão para com Deus. Trata-se da fraqueza humana se apegando à força do Todo-Poderoso, ligando-se a Ele com expressivo e terno amor. Apóie-se nEle totalmente.

Trate Deus como seu Pai. Exercite para com Ele uma confiança sem restrições. Nunca pense que algo possa ser muito trivial ou sem valor para Ele Se ocupar. "Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós." (1 Pedro 5.7.) Benditas palavras! "TODA A VOSSA ANSIEDADE - ELE TEM CUIDADO - DE VÓS."

Não negligencie sua oração a sós. No momento em que você começa a negligenciar isto, esteja certo de que há algo errado. Pare imediatamente e examine-se, procurando se assegurar de ter o impedimento removido, caso contrário o resultado será uma queda. Não viva para ser visto pelos outros, mas para ser visto por Deus.

Procure as respostas à oração, e volte para dar graças. Não se esqueça de ser agradecido. Faça com que estas coisas tornem-se um hábito constante em sua alma e sua felicidade estará assegurada. (Filipenses 4.6,7.)

"Ora àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória, ao único Deus, Salvador nosso, por Jesus Cristo, nosso Senhor, seja glória e majestade, domínio e poder, antes de todos os séculos, agora, e para todo o sempre. Amém." (Judas 24,25.)


Gospel Truth Publications

3 de jan de 2010

Atitudes Apropriadas Para os Cristãos nos Últimos Dias - Por que estamos nos últimos dias?

Em toda geração, a maioria das pessoas quer apenas viver de forma normal, estudar, trabalhar, casar, ter filhos, ver os netos crescerem, etc. A maioria de nós quer viver em paz e com prosperidade, e que o governo nos deixe em paz, para que possamos gozar os anos que Deus nos dá. Nós, na The Cutting Edge, não somos exceção; também temos nossas famílias, participamos da economia e gozamos a vida da melhor maneira possível.

Entretanto, sentimos a forte mão do Espírito Santo dizendo-nos que estes dias atuais não como os dias das gerações anteriores; somos a geração que verá o retorno do Senhor Jesus Cristo, o aparecimento do Anticristo e o glorioso arrebatamento da igreja. Sentimos claramente que neste tempo único da história, precisamos tratar dos assuntos do Pai, e nossa abordagem à vida e a este ministério que exercemos precisa estar baseada em princípios bíblicos, não em quaisquer idéias concebidas pelo homem.

O que a Bíblia diz sobre a forma como devemos abordar este fim dos tempos? É tempo para rir ou tempo de chorar? É tempo de paz ou tempo de guerra? Vejamos esse assunto, pois tem grande impacto sobre nosso raciocínio e a forma mental e emocional como tratamos a matéria.

Por Que Sabemos Que Realmente Estamos no Fim dos Tempos?

Em séculos passados, as pessoas de tempos em tempos olhavam para os eventos mundiais e achavam que podiam ver o cumprimento da profecia bíblica referente ao fim dos tempos, e proclamá-lo ao mundo. Entretanto, em todos os casos, aqueles que conheciam bem suas Bíblias podiam protestar que o fim dos tempos ainda não poderia estar acontecendo, pois a profecia fundamental sobre o retorno de Israel à sua terra ainda não tinha sido cumprida. Os eruditos bíblicos sempre consideraram corretamente que o relógio do fim dos tempos só começaria a funcionar quando Israel retornasse à sua antiga terra dada por Deus.

Considere as profecias fundamentais:

"Porque, eis que naqueles dias, e naquele tempo, em que removerei o cativeiro de Judá e de Jerusalém, congregarei todas as nações, e as farei descer ao vale de Jeosafá; e ali com elas entrarei em juízo, por causa do meu povo, e da minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre as nações e repartiram a minha terra." [Joel 3:1-2].

"E trarei do cativeiro meu povo Israel, e eles reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho, e farão pomares, e lhes comerão o fruto. E plantá-los-ei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o SENHOR teu Deus." [Amós 9:14-15].

Em Mateus 24, nosso Senhor prediz a total destruição do magnífico templo que era o orgulho, o coração e a alma de Israel [verso 2]. Os discípulos ficaram absolutamente chocados, pois associaram a destruição do templo com a destruição de toda a nação. Eles também associaram essas destruições com o fim dos tempos, de modo que pediram que Jesus lhes desse o sinal que indicaria que o fim dos tempos estava se aproximando.

Jesus lhes deu muitos sinais, mas subitamente, no verso 15, referencia a profecia de Daniel 9:27, em que o Anticristo entra no templo para profaná-lo, e para cometer a "abominação que causa desolação". Mas, espere um minuto! Vimos o templo destruído no verso 2, mas onde estava sua reconstrução, necessária para que o Anticristo o profane? Além disso, a reconstrução do templo não seria possível sem o restabelecimento de Israel primeiro. Portanto, os eruditos bíblicos há muito tempo reconheceram que Jesus estava claramente implicando que, entre os versos 2 e 15 de Mateus 24, dois eventos teriam de ocorrer: Israel seria restabelecido como nação e o templo seria reconstruído. Ambos os eventos são similares ao processo gradual e doloroso de nascimento de uma criança [verso 8, as "dores do parto"].

Assim, podemos voltar a Joel 3:1, e colocar uma data histórica no cumprimento dessa profecia. "Porque, eis que naqueles dias, e naquele tempo, em que removerei o cativeiro de Judá e de Jerusalém, congregarei todas as nações, e as farei descer ao vale de Jeosafá." Essa profecia foi cumprida em 15/5/1948, a data oficial em que Israel voltou a ser uma nação, contra todas as possibilidades históricas, após ter sido destruído quase 1.900 anos atrás. Nesse momento, o relógio do fim dos tempos começou a funcionar.

Em seguida, todos os outros eventos profetizados em Mateus 24 e em outras passagens, começaram a ocorrer. Dentro do previsto, as nações do mundo começaram a ser atraídas ao Oriente Médio, exatamente como profetizado em Joel 3:2-14. "Vale de Jeosafá" é um termo genérico que significa "Oriente Médio" [Dictionary of the Bible, pg 373]. Portanto, Deus predisse no verso 2 que traria todas as nações ao Oriente Médio para julgamento, começando com os árabes [versos 4-8]. O julgamento de Deus será na forma de guerra [versos 9-14]. Como previsto, os árabes entraram em guerra contra Israel em 1948, 1956, 1967, 1973 e em 1981.

Hoje, a sexta guerra está prestes a ser deflagrada, pois as tensões entre Israel, os palestinos, a Síria, Egito, Jordânia, e possivelmente, Irã, crescem a cada dia. Do meio dessa guerra planejada, o Anticristo aparecerá caminhando e prometendo "paz e segurança".

Assim, podemos saber com grande certeza que o mundo está agora vivendo no fim dos tempos.

Assim sendo, quais são as condições que a Bíblia prediz sobre as várias instituições das quais a civilização depende, e a respeito das características exclusivas do fim dos tempos? Uma vez que compreendamos esse segmento da situação, podemos ver como os cristãos genuinamente salvos precisam encarar a vida durante este tempo atual.

Examinaremos as seguintes características do fim dos tempos sobre as quais precisamos estar alertas:

1. Características Individuais

A Bíblia diz claramente que nem toda época é necessariamente igual às épocas anteriores. Essa doutrina chama-se "Dispensacionalismo" e ensina que Deus trata de forma diferente as épocas em que está prestes a operar o cumprimento de suas profecias. [Romanos 2:15; 9:1; 2 Coríntios 1:12; 4:2].

No fim dos tempos, veremos um tipo muito diferente de indivíduo. "Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." [2 Timóteo 3:13]. Nos versos 1-8, vemos esse tipo de indivíduos exibindo certos comportamentos.

A. Caráter Pessoal

"Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos." [verso 2].

"Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons." [verso 3].

"Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus" [verso 4].

B. Integridade Pessoal e Integridade dos Líderes Políticos

1. Enganadores do mais alto nível: "E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane." [Mateus 24:4]. Durante todo o século XX, nossos líderes políticos enganaram de forma magistral o eleitorado, executando programas para alcançar os objetivos secretos muito diferentes do que os objetivos prometidos em público. Um dos maiores terrores que qualquer cidadão enfrenta é a possibilidade que seus próprios líderes não tenham seus melhores interesses em vista, mas desejem fazer-lhes o mal; entretanto, essa é a situação exata que temos diante de nós atualmente, quando o mundo foi reorganizado em dez supernações econômicas e os líderes principais estão preparando o mundo para o aparecimento do Anticristo, em cumprimento a Apocalipse 17:7.

2. As Igrejas no Fim dos Tempos

A. A Igreja de Laodicéia

A última igreja da era cristã é a Igreja de Laodicéia [Apocalipse 3:14-18]. Jesus Cristo não teve nenhuma palavra boa a dizer a essa igreja, pois ela não estava fazendo nada bíblico ou correto. Ele disse a essa igreja que ela tinha as seguintes características, pelas quais ele a traria a julgamento:

A igreja era morna - "Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca." [Apocalipse 3:16] Jesus Cristo rejeitará totalmente essa igreja.

A igreja considerava-se rica, mas na realidade era pobre — "Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas." [Apocalipse 3:17-18] Essa igreja crescerá poderosamente a seus próprios olhos, e achará que é rica, provavelmente no campo financeiro e espiritual. Entretanto, Jesus Cristo diz que os membros dessa igreja são "desgraçados, e miseráveis, e pobres, e cegos e nus" [Apocalipse 3:17b].

B. A Apostasia é Predita

"Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus." [2 Tessalonicenses 2:3-4].

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças." [1 Timóteo 4:1-4].

"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles." [2 Timóteo 3:1-9].

Assim, ao nos aproximarmos do fim dos tempos, veremos uma "grande apostasia daqueles que professavam serem cristãos" — a Grande Apostasia. Essa apostasia literalmente abrirá a porta para o Anticristo entrar pela própria liderança da igreja cristã. Em outras palavras, os líderes cristãos são aqueles que finalmente possibilitarão ao Anticristo entrar na cena mundial. A Bíblia prediz que os líderes cristãos no fim dos tempos serão falsos, embora pareçam genuínos, soem genuínos e tenham um grande número de seguidores.

C. Enganação Sem Precedentes dos Líderes Religiosos Que Levam a Igreja à Apostasia

"Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te." [2 Timóteo 3:5].

Liderança feminina na igreja [1 Timóteo 2:11-15]. É o cumprimento da profecia bíblica quando essas falsas igrejas colocam mulheres em posições de liderança! Não se deixe enganar.

"Líderes religiosos que resistem à verdade, e que a rejeitam [2 Timóteo 3:8] — falsos líderes religiosos.

"E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane" [Mateus 24:4].

"E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos." [Mateus 24:11].

"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." [Mateus 24:24] A enganação religiosa atingirá níveis sem precedentes históricos.

D. Tamanho da Verdadeira Igreja no Fim dos Tempos

Desde que este ministério foi fundado, em 1988, ouço muitas pessoas dizerem que a Bíblia prediz um grande reavivamento antes do retorno de Jesus Cristo. Infelizmente, quando peço que me mostrem uma referência bíblica, não conseguem me mostrar. No entanto, os círculos carismáticos ensinam essa falsa doutrina com todo o fervor, preparando assim seus membros para a enganação dos falsos reavivamentos baseados no poder do ocultismo, tais como a Bênção de Toronto [também conhecida como Reavivamento do Riso], e a Bênção de Pensacola [Vozes de Animais], mais o fenômeno dos desmaios [conhecido como "Ser Ferido no Espírito"].

Felizmente, Jesus nos disse claramente o que devemos esperar com relação ao tamanho da verdadeira igreja antes do fim dos tempos — pequena — tão pequena que quase não será notada.

"Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?" [Lucas 18:8]. Em outras palavras, quando Jesus Cristo retornar no arrebatamento, o número de crentes genuínos será tão pequeno que garantirá essa afirmação teórica, "Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?"

Acrescentando Todas as Profecias Juntas Para Obter o Quadro Completo

Quando consideramos todas essas profecias relevantes, podemos ver quão relevantes são para a atual situação do cristianismo.

Vemos que devemos esperar o aparecimento de líderes religiosos falsos, até mesmo mostrando grandes sinais e maravilhas para enganar, e conseguindo enganar a muitos. Vemos que devemos esperar que a grande maioria dos membros da igreja cristã sejam enganados. Esses falsos líderes religiosos afirmarão estarem trabalhando para Cristo, mas na realidade estarão trabalhando para o Anticristo. Assim, devemos esperar que esses líderes estejam trabalhando para o Reino do Anticristo e seus objetivos, mesmo que digam aos seus seguidores que trabalhem para Jesus Cristo.

Quais são os objetivos do Anticristo? Seus líderes estarão trabalhando com vistas a um Governo Global, uma Economia Global e uma Religião Global. Satanás quase alcançou esse objetivo de um sistema global na Torre de Babel, pois tinha um governo mundial sob a liderança de Ninrode, uma única economia e uma única religião ocultista, tudo baseado em um idioma comum.

O plano de Deus desde a Torre de Babel é que existam múltiplos idiomas, culturas, governos e economias diferentes. A religião também foi dividida. No fim dos tempos, devemos ver um grande esforço para a união de cada um desses três elementos. Hoje, estamos em um tempo em que existem as Nações Unidas, que está acumulando mais e mais poder, a economia é mais global do que nunca antes, e as religiões estão se unindo sob o guarda-chuva do Movimento Ecumênico, sob a liderança do papa católico romano.

Devemos ver esses falsos líderes cristãos apresentando líderes de outras religiões em seus programas na televisão, apoiando a falsa doutrina sob o disfarce que é consistente com o cristianismo. Deus advertiu os judeus que poderiam ser enganados por um falso profeta e levados a adorar a outros deuses. [Deuteronômio 18:22]. Estamos vendo a mesma coisa ocorrer atualmente.

Assim, vemos Pat Robertson usar sua rede de televisão CBN e o Clube 700 para apresentar líderes de Nova Era, como Jeremy Rifkin, Alvin Tofler, Richard Foster, Bruce Larson, Robert Schuller e Denis Waitley em seu programa, promovendo suas filosofias e objetivos ocultistas. [Constance Cumbey, A Planned Deception, pg 148-49].

Vemos o evangelista Billy Graham permitir que freiras e padres católicos ocupem a plataforma em suas cruzadas e dizer ao público: "Se você é católico romano, eu o incentivo a vir à frente e reafirmar seus votos". Vimos também Billy Graham dizer a Robert Schuller que pode haver salvação sem Jesus Cristo [leia o artigo N1141, "O Evangelista Billy Graham Declara em Entrevista Que Crê em Salvação Sem Jesus Cristo"].

Da mesma forma, vemos o Dr. James Dobson promovendo filosofias de Nova Era, como a Mãe Terra, a evolução teísta, a visualização e a metafísica, Ioga e biofeedback. Vemos o Dr. Dobson promovendo o papa João Paulo II em seu programa. Nós o vimos receber Normam Cousins, um dos principais líderes ocultistas da Nova Era, que tem vínculos diretos com os luciferianos Buckminster Fuller e David Spangler. Vimos o Dr. Dobson promover o filme dos Estúdios Disney, O Rei Leão, que promove o ocultismo e a homossexualidade. Vimos também a Focus on the Family, do Dr. Dobson, recomendar os livros da série Harry Potter [veja os detalhes no artigo N1390, "Harry Potter: Realidade ou Fantasia? Ou Ambas as Coisas?"].

Ficamos muito preocupados quando o Dr. Dobson e Billy Graham foram recebidos calorosamente pela liderança política Iluminista na Casa Branca e no Congresso. Ficamos muito preocupados quando Billy Graham foi recebido na Casa Branca durante a Guerra do Golfo, pouco antes do início do bombardeio aéreo, para orar com o Presidente George Bush. Bush já tinha dito, em agosto de 1990, que aquela era uma guerra da Nova Ordem Mundial; no entanto, Billy Graham foi emprestar seu prestígio àquela guerra dos Iluministas.

Vemos o Dr. Dobson promover os Promise Keepers, imprimindo o primeiro livro deles, Seven Promises of a Promise Keeper. Os Promise Keepers são totalmente falsos; é uma organização pró-católica e está unindo os homens de todas as religiões que professam o nome de Jesus Cristo, até mesmo os mórmons! [Os fatos acerca de James Dobson foram extraídos do livro da Dra. Cathy Burns, Little Known Facts About Focus on the Family].

Todas as outras religiões do mundo foram criadas por Satanás e não terão dificuldades em se unir. A única exceção é o cristianismo. Nosso fundador, Jesus Cristo colocou um tremendo obstáculo à qualquer iniciativa de criar uma religião global quando fez as seguintes declarações:

"Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." [João 14:6].

"Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra; e assim os inimigos do homem serão os seus familiares." [Mateus 10:34-36].

Como pode o cristianismo autêntico tornar-se parte do sistema global quando é tão divisivo e exclusivista? É um problema real e enorme. A resposta foi agir em etapas, começando no início do século XX. Primeiro, mestres liberais em institutos bíblicos e seminários formaram pastores liberais, que começaram a questionar as doutrinas fundamentais da fé, especialmente a inerrância das Escrituras e a divindade de Jesus Cristo. Esses pastores liberais gradualmente começaram a pregar e ensinar somente passagens selecionadas das Escrituras, deixando aqueles versos "chatos", que falam a respeito do pecado original, do julgamento e da existência do Inferno.

Em seguida, após as pessoas que estão nos bancos das igrejas terem recebido uma dieta contínua de filosofias produzidas pelo homem, em vez de ouvirem pregações baseadas nas Escrituras, e terem ouvido que Jesus é só amor e nunca poderá enviar ninguém para a condenação eterna no Inferno, estão prontas para a última etapa: serem unidas com base naquilo que os membros dos vários grupos podem concordar, em vez de somente com base nos fundamentos bíblicos de toda a verdade de Jesus Cristo e de seu evangelho.

Ao longo do caminho, aparecem líderes cristãos que parecem ser genuínos, mas cujas ações afastam as pessoas da exclusividade do cristianismo genuíno, levando-as para o contexto maior dos grupos globais de pessoas que se consideram cristãs. Os seguidores deles são tão fracos em conhecimento de doutrinas bíblicas e em discernimento que cometem dois erros graves:

Deixam de perceber os problemas doutrinários com as ações seguidas ou com as afirmações feitas.

Acreditam que, se um líder for pego em algum erro doutrinário, esse erro deve ser negligenciado para o bem da "unidade cristã". Esse tipo de pessoa esquece-se da advertência do apóstolo Paulo em 1 Coríntios 5:6. "Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?" Qual era a situação na igreja que Paulo está referenciando aqui? A igreja de Corinto estava se recusando a tratar da forma apropriada a situação de um homem que tinha tomado a mulher de seu pai. A igreja achava que, com base no amor e na graça cristã, deveria permitir que aquele homem continuasse membro da comunidade dos crentes. Paulo disse que "um pouco de fermento leveda toda a massa" — a respeito da falsa doutrina e da tolerância ao mal — arruinarão toda uma igreja!

Portanto, devemos esperar que essa mesma situação ocorra com a igreja cristã de Laodicéia no fim dos tempos. Quando os membros da igreja se tornam cientes de um desastre espiritual que está sendo executado por certos líderes, quererão se afastar da punição ou da separação, e simplesmente negligenciarão o erro dos líderes.

Estamos vendo exatamente essa situação hoje, não estamos? Embora a The Cutting Edge e outros ministérios sólidos tenham lançado muita luz sobre certos ministérios que estão levando seus seguidores ao erro, ouvimos muitas pessoas dizerem que estamos sendo "negativistas demais" e "odiosos demais".

Pessoal, estamos vendo uma crescente onda de uma inundação espiritual que está vindo sobre todo o mundo, exatamente como predito na Bíblia. Essa inundação é tão poderosa que está varrendo todo o mundo não-salvo e está enganando a muitos espiritualmente. Além disso, essa inundação está preenchida com esgoto moral que não tem precedentes tanto em abrangência quanto em intensidade. E, as águas da inundação estão permeando todos os aspectos da nossa sociedade e do mundo.

Quando uma pessoa é pega nesse tipo de inundação, e tenta evitar morrer afogada nela, qual tipo de atitude você acha que ela deva adotar? Esse tipo de pessoa deve tentar ignorar a situação, e tentar continuar sendo feliz da forma normal? Deve decidir ser um ignorante alegre acerca de toda a bagunça, ou deve tentar salvar a si mesmo em primeiro lugar, e salvar os outros em seguida?

Essa pessoa deve gritar a plenos pulmões para advertir aqueles que ainda não foram pegos na inundação ou que não perceberam o perigo mortal em que estão?

A Situação Próspera e Normal Engana a Muitos
No Seminário 1 [disponível em fitas cassetes no site da The Cutting Edge], demonstramos que a sociedade está progredindo em um caminho similar ao de Israel no Antigo Testamento, imediatamente antes de os juízos de Deus caírem, por meio do poderio militar de Nabucodonosor, rei de Babilônia. Demonstramos que somente Israel e os EUA foram formados originalmente por seus líderes de acordo com a Aliança com Deus. Israel foi estabelecido de acordo com a Aliança com Deus, por meio da Lei Mosaica, enquanto que os EUA foram estabelecidos de acordo com a Aliança por meio de Jesus Cristo.

Demonstramos que a sociedade norte-americana atual está progredindo no mesmo padrão que Israel no tempo da apostasia e do erro, apostasia tão grande que Deus permitiu que Nabucodonosor quase aniquilasse Israel. As pessoas se esquecem que Deus começou a advertir Israel sobre seus pecados persistentes quase 150 anos antes de enviar Nabucodonosor, para cumprir seu julgamento. As pessoas esquecem que Israel rejeitou todos os profetas que Deus enviou, ignorando suas advertências e perseguindo-os.

Assim, nós o incentivamos a ler os profetas Isaías, Jeremias, Ezequiel, Oséias e Amós com este conceito em mente: Estamos seguindo o mesmo caminho de apostasia espiritual que Israel percorreu, e o povo religioso está se recusando a dar ouvidos às palavras de advertência dos profetas atuais.

No entanto, as pessoas também se esquecem que durante esse tempo de declínio espiritual, Deus permitiu que Israel se tornasse cada vez mais próspero materialmente! Na verdade, quando a indignação de Deus chegou ao limite e ele trouxe Nabucodonosor para executar seu julgamento, Israel era o líder econômico dominante daquele tempo; era a cabeça do mundo econômico; era o sistema econômico que movia as economias das outras nações daquele tempo. Ouça às palavras de um erudito bíblico, que escreveu sobre o livro de Amós:

"Durante os reinados de Uzias e Jeroboão, Judá e Israel desfrutaram uma prosperidade incomum. Ambos eram homens de capacidade administrativa, eram governantes competentes. Nas condições existentes na época, as predições de Amós eram vistas com ceticismo; ele era considerado um alarmista, um pessimista. No entanto, após menos de cinqüenta anos, seu anúncio da condenação de Israel foi cumprido." [The New Analytical Bible, John A. Dickson Publishing, 1964].

O profeta Jeremias lamentou o desastroso efeito que a prosperidade material exercia sobre o discernimento espiritual do povo e sua disposição de dar ouvidos a uma admoestação espiritual negativista:

"Falei contigo na tua prosperidade, mas tu disseste: Não ouvirei. Este tem sido o teu caminho, desde a tua mocidade, pois nunca deste ouvidos à minha voz." [Jeremias 22:21].

O fato histórico é que Israel tornou-se cada vez mais próspero à medida que tornou-se mais rebelde contra Deus e seguindo em direção ao julgamento. Para combater as palavras de Deus proferidas por meio dos profetas, os falsos líderes religiosos daquele tempo apontavam para a crescente prosperidade e diziam: "Deus não pode estar ofendido conosco. Se estivesse, não nos faria prosperar tanto."

Os falsos líderes religiosos subestimavam o fato que Satanás também pode fazer prosperar qualquer pessoa, se Deus lhe der a permissão para isso, de forma a poder enganar suas vítimas, que pensam que Deus está concedendo a prosperidade. Deus permitiu a Satanás fazer Israel prosperar, e os tolos judeus acreditaram nas palavras fingidas de seus líderes religiosos apóstatas. Essa tolice custou-lhes suas vidas e suas almas.

Atitudes Tolas dos Judeus nos Tempos do Antigo Testamento

Como nossa civilização está seguindo um caminho paralelo que Israel trilhou em direção ao julgamento, há 2.500 anos, devemos prestar atenção às coisas que as pessoas diziam aos verdadeiros profetas de Deus. Prepare-se para um choque, pois as pessoas estão dizendo as mesmas coisas hoje, muitas delas em mensagens de correio eletrônico para nós.

"Porque este é um povo rebelde, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do SENHOR. Que dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, e vede para nós enganos. Desviai-vos do caminho, apartai-vos da vereda; fazei que o Santo de Israel cesse de estar perante nós." [Isaías 30:9-11].

Deus chamou essas pessoas de povo rebelde e filhos mentirosos, que não querem ouvir a lei e a instrução do Senhor.

"Agora, pois, ouve a palavra do SENHOR: Tu dizes: Não profetizes contra Israel, nem fales contra a casa de Isaque." [Amós 7:16].

Aqueles seguidores religiosos cegos não queriam que Amós dissesse a verdade, pois as palavras não eram aprazíveis ao povo de Israel. O povo estava cansado do negativismo constante e das incessantes advertências de Amós a respeito da falsidade dos líderes religiosos e dos seus pecados. Eles tinham um olho nos seus falsos líderes religiosos e o outro na crescente prosperidade econômica. Preferiram ignorar a Palavra de Deus, e acreditar nas coisas boas e ouvir mensagens sobre como eram maravilhosos. Provavelmente, também ouviam seus falsos líderes dizerem que Deus é só amor e nunca poderia realmente punir alguém.

"E porei o meu rosto contra o tal homem, e o assolarei para que sirva de sinal e provérbio, e arrancá-lo-ei do meio do meu povo; e sabereis que eu sou o SENHOR. E se o profeta for enganado, e falar alguma coisa, eu, o SENHOR, terei enganado esse profeta; e estenderei a minha mão contra ele, e destruí-lo-ei do meio do meu povo Israel." [Ezequiel 14:8-9].

Agora, vejamos como Deus estava encarando a questão. Embora sua atitude geral seja aparente nos versos citados anteriormente, acho muito instrutivo ver como ele orientou os executores de seus juízos, em Ezequiel 9. Esses executores celestiais na verdade viram sua obra ser executada pelas tropas do rei babilônio Nabucodonosor. Cada um desses seis executores carregava uma arma destruidora. No entanto, esses temíveis executores deviam seguir um anjo que estava vestido de linho e que carregava um tinteiro na cintura.

Veja as instruções de Deus, primeiro ao anjo que tinha o tinteiro na cintura.

"E disse-lhe o SENHOR: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as abominações que se cometem no meio dela." [Ezequiel 9:3-4].

Deus observa os homens e mulheres justos da cidade que ficam ofendidos com o pecado que vêem em toda a parte e que "gemem e suspiram", entristecidos em seus corações por todas as abominações. Como todos esses são verbos que indicam ação, podemos saber que aqueles justos soavam o alarme para seus compatriotas, mas foram ignorados.

Em seguida, Deus instrui os seis executores:

"E aos outros disse ele, ouvindo eu: Passai pela cidade após ele, e feri; não poupe o vosso olho, nem vos compadeçais. Matai velhos, jovens, virgens, meninos e mulheres, até exterminá-los; mas a todo o homem que tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo meu santuário. E começaram pelos homens mais velhos que estavam diante da casa. E disse-lhes: Contaminai a casa e enchei os átrios de mortos; saí. E saíram, e feriram na cidade." [Ezequiel 9:5-7].

"Começai pelo meu santuário". O pecado nacional de Israel começou em seus santuários, onde os falsos líderes religiosos continuamente alimentavam o povo com um ensino falsificado, movendo assim os corações deles gradualmente para longe do verdadeiro Deus e de seus mandamentos. Assim, é adequado que, quando chegar o tempo de os juízos de Deus serem derramados, ele comece pelas suas igrejas. Estamos hoje no mesmo caminho que Israel, exceto que nossos líderes espirituais falsificados estão abrindo a porta para o próprio homem do pecado, o Anticristo, com seus falsos ensinos.

Deus então diz às pessoas que poderia intencionalmente cegá-las para a realidade que estava diante delas:

"Tardai, e maravilhai-vos, folgai, e clamai; bêbados estão, mas não de vinho, andam titubeando, mas não de bebida forte. Porque o SENHOR derramou sobre vós um espírito de profundo sono, e fechou os vossos olhos, vendou os profetas, e os vossos principais videntes. Por isso toda a visão vos é como as palavras de um livro selado que se dá ao que sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele dirá: Não posso, porque está selado." [Isaías 29:9-11].

Hoje, existem muitos líderes cristãos falsos que estão ensinando doutrinas espirituais falsificadas. Se uma nota falsa de dez reais fosse fabricada com um papel diferente, impressa em cor-de-rosa e tivesse a efígie do Zé Carioca, ninguém se deixaria enganar, todos reconheceriam que é uma nota falsa. O que você teria é uma nota de mentirinha, não uma verdadeira falsificação.

A verdadeira definição de uma nota falsificada é aquela que se parece tanto com a nota real, que engana muitas pessoas. Hoje, os falsos líderes religiosos estão apresentando uma mensagem que parece enganosamente verdadeira, e que está enganando a muitas pessoas. Além disso, muitas pessoas crêem falsamente que suas almas e suas igrejas podem tolerar um alto nível de falsos ensinos sem sofrer nenhum dano. Como disse o apóstolo Paulo, "Não sabeis que um pouco de fermento leveda toda a massa?"

Conclusão

Quando Deus decidiu trazer o julgamento a Israel, levantou homens especiais para advertir o povo e levá-lo ao arrependimento, antes que o fogo do julgamento divino caísse sobre a terra. Ouça as instruções que Deus deu a Jeremias:

"Tu, pois, cinge os teus lombos, e levanta-te, e dize-lhes tudo quanto eu te mandar; não te espantes diante deles, para que eu não te envergonhe diante deles. Porque, eis que hoje te ponho por cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze, contra toda a terra, contra os reis de Judá, contra os seus príncipes, contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra. E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo, diz o SENHOR, para te livrar." [Jeremias 1:17-19].

Deus foi ainda mais claro com Ezequiel:

"Mas tu lhes dirás as minhas palavras, quer ouçam quer deixem de ouvir, pois são rebeldes." [Ezequiel 2:7].

"Filho do homem: Eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e avisá-los-ás da minha parte. Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei. Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniqüidade, mas tu livraste a tua alma." [Ezequiel 3:17-19].

Jesus Cristo disse aos seus discípulos como eles deveriam ser:

"Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas." [Mateus 10:16].

Falando especificamente para o povo que vivia no fim dos tempos, Ele disse:

"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem." [Lucas 21:36].

"Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo." [Marcos 13:33].

Sentimos a forte mão de Deus sobre nós para soarmos o alarme que os enganadores espirituais e políticos estão aqui e que o fim dos tempos está se aproximando, como um furacão. Vemos a espada se aproximando e soamos o alarme com todas as nossas forças. Não podemos ficar calados. Não queremos ser excessivamente negativistas, mas acreditamos de todo o coração que chegou a hora de todos os homens "gemerem por todas as abominações que são praticadas no nosso meio" — especialmente as abominações espirituais — em vez de preferir ser um ignorante feliz, que ri e que dança. [Eclesiastes 3:4].

Acreditamos que estamos nos aproximando do fim dos tempos e que nós, cristãos, podemos discernir as questões espirituais para chorar, lamentar, e perceber que estamos na maior batalha espiritual da história da igreja. Este é um tempo de guerra espiritual, não um tempo de paz.

Da mesma forma como a prosperidade material sem precedentes de Israel o deixou cego para o julgamento vindouro, assim também as pessoas estão cegas pelas mesmas razões. Muitos cristãos querem ouvir "palavras aprazíveis" e "ilusões enganosas", para que possam continuar se divertindo e gozando a vida de tranqüilidade e prosperidade. Enquanto isso, porém, o julgamento vai se aproximando cada vez mais.

Novamente, reiteramos: Se o ofendemos por estarmos continuamente apontando todos os caminhos em que nossa sociedade e o mundo estão sendo atacados e preparados para o Anticristo, pedimos desculpas. Nosso objetivo era advertir, não ofender por sermos continuamente negativistas. Verdadeiramente, descobrimos, logo no início deste estudo, que o assunto do cumprimento do fim dos tempos era tão negativista que precisávamos dedicar um tempo todos os dias com as passagens bíblicas que tratam sobre o julgamento, mas também com as passagens que falam sobre enlevo. Incentivamos você a fazer o mesmo, em vez de abaixar suas antenas espirituais por causa da contínua negatividade.

Criamos a seção "Artigos Pastorais" para oferecer aos leitores o tipo de sermões que deveriam esperar ouvir do púlpito de uma igreja. O mundo não precisa de outro ministério que diga aos seus leitores e ouvintes os quão inerentemente bons eles são, ou como Deus é amor; o mundo já tem muitos desses ministérios. Além disso, não somos um ministério devocional. Somos um ministério que adverte as pessoas a sair dos trilhos antes que o trem da Nova Ordem Mundial as atropele.

A descrição do nosso trabalho encontra-se em 2 Timóteo 4:1-4:

"Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério."

O que o mundo precisa é de um ministério cristão que não perca tempo com banalidades, que veja o vindouro reino do Anticristo em toda sua feiúra e que advirta as pessoas a saírem dele antes que sejam destruídas. Se você acha que somos negativistas demais, nós o incentivamos a considerar que vivemos no período mais negativo da história do mundo, um tempo em que a vasta maioria das pessoas está sendo enganada, tanto espiritual quanto politicamente, sem que perceba o que está acontecendo.

Se este tipo de trabalho como o da The Cutting Edge/A Espada do Espírito não existir, então a seguinte advertência de Paulo torna-se realidade:

"Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas." [2 Timóteo 4:3-4].

Assim, quando advertimos sobre Billy Graham e sobre o Dr. James Dobson, é com grande amor por você e com grande preocupação pelos erros que eles estão patrocinando, que divulgamos a apostasia deles. Como você recebe essas informações é algo entre você e Jesus Cristo. Nosso dever é soar o alarme, como o atalaia fiel que está posicionado na muralha. [veja Ezequiel 3:16-21; 33:1-9]

Fique do nosso lado durante estes tempos trabalhosos. Precisamos de suas orações e do seu apoio.

Deus nos equipou de uma forma singular para compreendermos as "intrigas" do Reino do Anticristo. Oferecemos uma perspectiva realmente única. Podemos detectar o engano em questões não perceptíveis para aqueles que não conhecem a feitiçaria. Fique conosco, ajudando a soar a advertência que a espada está se aproximando.

Verdadeiramente, o fim dos tempos está sobre este mundo.

Fonte: Clique no Título

Portas Abertas Brasil - Os Cristaos perseguidos no mundo.

Portas Abertas Brasil - Os Cristaos perseguidos no mundo.
"Onde ter fé em Cristo significa morrer por ela!"

Open Doors - Deutschland

Open Doors - Deutschland
Verfolgte Christen Weltweit - Gefährlicher Glaube

Sponsor a Child/Ajude uma Crianca.

Sponsor a Child/Ajude uma Crianca.
"Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber." (Atos 20 : 35)